LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO: O que um líder da AMBEV tem que você precisa aprender?

LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO: O que um líder da AMBEV tem que você precisa aprender?

LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO, O QUE VOCÊ PRECISA PARA ONTEM!

Se você quer mesmo entender o que um Ambeviano tem que você provavelmente ainda não tem, presta atenção.

Aos 18 anos eu saí do Rio e fui morar em São Paulo. Como toda jovem universitária no Brasil, é claro, não tinha noção do que eu iria cursar na época do vestibular. Me inscrevi para Moda, Direito, Publicidade e Propaganda, Psicologia e Turismo e a ideia era apelar para Deus na decisão.

Comecei o curso de Psicologia, mas resolvi trancar quando vi meu nome na lista de aprovados da tão famosa USP. Santa ingenuidade, naquela época, eu achava que o título iria ser decisivo para me destacar no mercado.

Recém-formada e cheia de gás, fui atuar em Hotelaria, mas essa animação toda não durou. Trabalhei em Hotéis renomados, porém não me via dentro daquela estrutura. Em pouco tempo, percebi que era infeliz com o que eu fazia e não tinha a menor ideia do que eu poderia fazer. Não tinha motivação para ir trabalhar e detestava absolutamente tudo: gestores, empresa, horários e salário. Entrar para as estatísticas dos desmotivados nunca esteve nos meus planos e foi assim que eu decidi recomeçar do zero. Meu plano inicial era apenas mudar de área e mandar currículo, mas a vida me preparou algo muito maior.

Minha primeira transição de carreira foi em 2013 e, por sorte ou destino, fui parar na AMBEV. Incrivelmente, entrei como supervisora de vendas. Não tinha experiência comercial e muito menos com equipe. Aliás, até então eu não tinha nenhum modelo de líder anterior para me espelhar.

Firquei responsável por quatro vendedores, todos homens, com anos de casa e bem mais velhos do que eu. Um baita desafio, sem dúvida. Mas, agora vou te explicar como mudei a minha “chave” profissional.

Quer saber mesmo como deixei de ser uma funcionária mediana e passei a ser uma líder de alta performance?

1.   Eu me apaixonei pela CULTURA.

“Os nossos princípios se dividem em sonhos grandes, pessoas excelentes e cultura forte.”

Sem dúvida, essa palavrinha é a moldura deste Universo bem-sucedido.

Pare por um instante e pense: qual a Cultura da sua empresa? Você consegue descrevê-la?

Princípios, crenças e práticas devem ser bem definidos, pois eles orientam as ações e o comportamento de todos. A cultura da Ambev é muito forte, é impossível conversar com alguém que tenha vindo de lá e não perceber um “padrão na fala” e o entusiasmo sobre o negócio.

Se você quer uma dica simples: Não busque impressionar apenas o seu cliente, comece encantando os seus colaboradores. A alma do negócio vem de dentro para fora.

2.   Eu comprei a ideia de SONHO grande.

“Somos uma Companhia de donos. Donos assumem resultados pessoalmente.”

“Nunca pegamos atalhos. Integridade, trabalho duro, consistência e responsabilidade são essenciais para construir nossa Companhia.”

Me lembro da última fase da entrevista. Havia na parede da sala um cartaz com os dez princípios expostos e o diretor me perguntou qual deles me chamava mais atenção.

Sem dúvida era o da companhia de donos, pois sendo eu dona de algo, o céu era o limite para o meu resultado. Eu tinha o sonho de crescer profissionalmente e estava disposta a colocar a mão na massa! Esta resposta não só decidiu minha contratação, como continua norteando meus passos em meu atual negócio.

Você tem um sonho? Então, lembre-se de que você é responsável por fazer com que ele dê certo. Se você tem uma empresa ou equipe, é preciso entender que você precisa das pessoas para realizar seus sonhos, então seja inteligente. Você vai precisar trabalhar duro e desta forma vai inspirar as pessoas. Atenção com as pessoas, é preciso engajá-las para que elas sonhem junto com você! Os resultados dependerão da ação direcionada de todos 😉

3.   Entendi que empresas são feitas de GENTE.

 “Selecionamos, desenvolvemos e retemos pessoas que podem ser melhores do que nós mesmos. Avaliamos nossos líderes pela qualidade de suas equipes.”

“ Pessoas excelentes, com liberdade para crescer em velocidades compatíveis ao seu talento e recompensadas adequadamente, são os ativos mais valiosos da nossa Companhia.”

“Liderança pelo exemplo pessoal é o melhor guia para nossa cultura. Fazemos o que falamos.”

Está aqui o verdadeiro “calcanhar de Aquiles” da maioria das organizações: Gestão de pessoas!!!

Para começar, como eu já contei lá em cima, não fui contratada por currículo ou experiência prévia e sim, por perfil. Recrutar com assertividade é economia de tempo, de custo e faz toda a diferença se você quer começar com o pé direito.

Segundo, todos nós temos habilidades e competências. O grande papel de um líder é identifica-los. A soma dos talentos constrói o todo, é preciso desenvolver as pessoas. Me recordo direitinho da integração conduzida por um dos gerentes, ele dizia que estava nos capacitando para ser melhor do que ele. Se você quer ter uma equipe de alta performance, invista tempo nela!

Terceiro, lembro deste mesmo gerente dizendo, ainda, que não deveríamos ter medo de repassar conhecimento, pois seríamos reconhecidos pelos nossos resultados. Ele sempre reforçava a importância de fortalecer o grupo. Lembre-se: você passa mais tempo no trabalho do que com sua família, incentive um clima de colaboração entre todos.

Quarto, eu já me sentia parte de um grupo de excepcionais e só isso já era muito motivador. Eu precisava então honrar este título e tive que arregaçar as manguinhas para construir os meus resultados. Lembre-se, antes de cobrar é preciso fazer!

4.   Aprendi que resultado é diferente de PRODUTIVIDADE.

“Nunca estamos completamente satisfeitos com os nossos resultados, que são o combustível da nossa Companhia. Foco e tolerância zero garantem uma vantagem competitiva duradoura.”

“Gerenciamos nossos custos rigorosamente, a fim de liberar mais recursos para suportar o nosso crescimento no mercado de maneira sustentável e rentável.”

O meu maior desafio como líder foi lapidar minha visão analítica. Quem me conhece sabe: sou extremamente comunicativa e liderar pessoas e situações sempre foi natural. Mas eu tinha um baita desafio pela frente, sair do automático e parar de gastar energia e tempo à toa.

A Ambev é uma empresa de meritocracia, ou seja, uma empresa que reconhece e promove através dos resultados. Alguns questionam este tipo de gestão, mas posso garantir que medir resultados é preciso!! Muita atenção aqui, ter uma empresa aberta ou uma equipe trabalhando e entregando algo não é a mesma coisa que ter eficiência.

É muito mais comum do que pensamos a falta de gestão de indicadores. Pois é, e eu não estou falando de pequenos negócios não. Já vi muita empresa de médio porte sem controle dos seus processos. É muito importante o planejamento e a definição de métricas, afinal estratégia é saber olhar para o ponto certo.

Ralei muito, mas aprendi a ter foco e direcionar minhas ações. Se você quer sobreviver ou continuar crescendo, é preciso medir a eficiência das pessoas, áreas e ações. Produtividade é um grande diferencial.

5.   Percebi que o MERCADO manda sempre.

“ O consumidor é o patrão. Nos conectamos com nossos consumidores oferecendo experiências que têm um impacto significativo em suas vidas, sempre de forma responsável.”

“Acreditamos que o bom senso e a simplicidade orientam melhor do que sofisticação e complexidade desnecessárias.”

Volto novamente às memórias da entrevista com o diretor, pois eu estava muito arrumada e discursava muito bem. Ele me fez a seguinte pergunta:

“Aqui a gente gasta sola do sapato. Você está disposta?”

Pois é, a mais alta hierarquia Ambeviana visita o mercado e conhece seus clientes! Estratégia é muito importante, mas é a rua quem fornece tudo. Engraçado como isso é tão simples e ao mesmo tempo tão esquecido pela maioria dos donos e gestores. Quer melhorar seus resultados? Faça uma visita básica ao seu cliente.

E para finalizar a famosa frase:

“Nossa Gente está sempre com brilho nos olhos, transforma obstáculos em oportunidades e tenta fazer melhor a cada dia, pois sabe que com determinação nada é impossível.”

Se você quer ter brilho nos olhos tenha sempre seu SONHO em mente. Estabeleça para si ou para o seu negócio a CULTURA de fazer diferente do que a maioria.

Analise o MERCADO, atenda às suas necessidades e ele te trará o resto. Mas não esqueça dele quando estiver lá no topo.

Planejamento nunca é demais: crie parâmetros e metas, só assim você terá PRODUTIVIDADE.

Você é dono apenas da ideia, sonhos se tornam realidade por causa de GENTE: cultive-as!

Quer saber mais? AULA GRATUITA E 100% ONLINE/ LIDER DE SUCESSO E ALTA PERFORMANCE: http://clubemonetizar.com/lp/palestra-convite/

Deixe uma resposta